A crescente evolução do mercado tecnológico tem trazido cada vez mais a necessidade de diferentes profissionais para a área. E uma dessas profissões está relacionada com a Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

O analista de sistemas é um profissional capacitado para realizar diversas tarefas pertinentes tanto ao hardware de computadores quanto aos softwares. Neste post, você conhecerá melhor o que faz quem trabalha com Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Como é a formação de um analista de sistemas?

O aluno de Análise e Desenvolvimento de Sistemas é, naturalmente, alguém com grande afinidade às ciências exatas. Porém, não somente a programação fará parte do currículo desse curso, mas também disciplinas relativas às práticas de gerenciamento.

O grande diferencial deste curso é sua duração. Na maioria das escolas que o oferecem, o aluno se forma entre 4 e 6 semestres, um período menor do que grande parte das graduações comuns.

Isso acontece pelo fato da Análise e Desenvolvimento de Sistemas ser um curso de graduação tecnológica, que busca capacitar o aluno para se tornar um profissional habilitado a desenvolver softwares para variadas plataformas.

A graduação tecnológica confere ao aluno a capacidade de atender a nichos específicos do mercado, recebendo o título de tecnólogo. Essa formação corresponde ao ensino superior, o que possibilita o aluno a dar continuidade em seus estudos em pós-graduação Stricto ou Lato Sensu.

Como é o curso?

Por ser uma graduação tecnológica, o aluno terá contato com disciplinas muito focadas na prática. Normalmente, apenas o primeiro semestre aborda a teoria que envolve a Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Isso acontece porque cursos de graduação tecnológica visam à rápida inserção do aluno no mercado de trabalho, preenchendo setores em que, muitas vezes, a mão de obra qualificada é extremamente escassa.

Normalmente, o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas traz ao aluno ciclos diferenciados que buscam abordar os conceitos relativos aos sistemas de informação, programação e modelagem, bem como noções de empreendedorismo.

O que faz o analista de sistemas?

O analista e desenvolvedor de sistemas é o profissional responsável por desenvolver, projetar, analisar, implementar e realizar a manutenção de sistemas de informação de diversos setores.

Sistemas de informação são aqueles responsáveis por gerir, organizar e manipular informações e dados pertinentes a um setor específico ou mesmo a uma empresa inteira. Funcionam tanto em ambientes como a internet quanto também em intranet empresariais.

Esses sistemas podem ser responsáveis por gerir, por exemplo, os dados de controle de estoque de uma empresa ou mesmo todas as informações pertencentes ao banco de dados do setor de recursos humanos.

O analista de sistemas é responsável por desenvolver esses softwares, desde a programação dos computadores até a integração com outras máquinas, modelando esses sistemas.

Porém, o profissional também precisa ter como base noções de empreendedorismo, buscando entender os clientes ao desenvolver sistemas que atendam às suas necessidades. É importante ainda possuir certa dose de criatividade para contornar possíveis obstáculos.

Outra capacitação interessante para o analista de sistemas é o desenvolvimento voltado para dispositivos móveis. Com o crescente consumo de smartphones no Brasil, é grande a necessidade por profissionais capacitados a desenvolver aplicativos que possam se integrar a sistemas de informação tradicionais, facilitando o gerenciamento por parte da empresa.

Como o tecnólogo de Análise e Desenvolvimento de Sistemas possui forte base em programação, desenvolver jogos para dispositivos mobile também se apresenta como uma possibilidade de trabalho para ele.

Como é a inserção no mercado de trabalho?

Profissionais de informática são cada vez mais procurados hoje em dia. Seja no setor público, seja no setor privado, a demanda por esse tipo de mão de obra é muito alta e frequentemente faltam profissionais para tantas vagas.

Tradicionalmente, empresas de tecnologia da informação (TI) e de telecomunicações são as que mais contratam tecnólogos em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Ser um profissional autônomo também é uma opção para quem se formou como analista de sistemas. Um dos mercados em maior desenvolvimento atualmente é do setor mobile, em que o analista poderá desenvolver aplicativos para atender a diversas necessidades.

Além de todas essas opções, ainda é possível trabalhar remotamente para empresas estrangeiras. É comum que grandes corporações contratem mão de obra de outros países para desenvolver e gerenciar sistemas de maneira remota.

O Centro-Sul brasileiro é onde estão a maioria das vagas disponíveis para esse tipo de profissional, que apesar da menor demanda, ainda está em falta em regiões como o norte e o nordeste do país.

Qual a remuneração?

Por possuir um grande leque de opções ao se inserir no mercado de trabalho, as remunerações podem variar consideravelmente. A depender da forma como esse profissional atua – autônomo ou contratado –, seu salário poderá ter um valor fixo ou o mesmo poderá receber por projetos.

Escolhendo uma carreira como contratado, o analista de sistemas poderá ter seu salário variando de R$ 2,5 mil para um profissional júnior até R$ 8 mil para um profissional sênior.

Já os profissionais liberais têm um salário extremamente variável, normalmente sendo pagos por contrato desenvolvido. Desenvolvedores mobile ainda podem ter rendimentos relativos aos aplicativos criados.

Vale a pena ser um analista de sistemas?

Você está em busca de uma rápida inserção no mercado de trabalho e possui facilidade com informática? Talvez seja uma boa ideia levar em consideração o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Como a formação dos profissionais é feita na modalidade de graduação tecnológica e em menos de três anos o aluno já está com o diploma na mão, é possível já estar empregado rapidamente.

Isso acontece pela grande falta de profissionais da área no mercado, como já falado anteriormente. Ser analista de sistemas é escolher uma carreira muito promissora, mas de muita responsabilidade.

Se você busca desenvolver seu know-how em informática, é habilidoso na criação e busca de soluções inteligentes e tem grande senso empreendedor, o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas foi feito para você.

O que você achou do nosso artigo sobre o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas? Deixe seu comentário abaixo e nos diga se você acha que é o curso certo pra você!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário