Seja por motivos familiares, de estudo ou a trabalho, a mudança de cidade é sempre acompanhada por um período de intensas transformações. A adaptação em uma nova cidade deve ser encarada como um desafio de aprendizagens, abrindo novos caminhos na vida.

Diante da expectativa de uma mudança positiva, a região escolhida para morar na nova cidade influencia no bem-estar, podendo ser determinante para seus objetivos. Mas como saber qual o melhor bairro ou região de uma cidade para morar? 

Tendo em vista preferências e metas pessoais, separamos alguns itens a serem observados na hora de fechar o seu contrato de moradia. Veja como realizar a mudança de cidade sabendo aproveitar o que esta transformação oferece de mais interessante!

1. Entenda a infra-estrutura da região

Independente do seu objetivo, morar em um bairro com boa infra-estrutura significa facilitar a vida cotidiana. Não ter que pegar o carro ou andar uma longa distância toda vez que precisar de ir ao supermercado, por exemplo, garante mais tempo disponível para você e consequentemente uma rotina mais tranquila. 

Deve ser observada a proximidade com farmácias, hospitais públicos ou que atendam seu convênio e acesso aos bancos principais. Um pequeno comércio com sacolão, loja de material de construção e papelaria também é desejado, pois mesmo que sejam lugares de frequência variável, o melhor é tê-los por perto. 

2. Conheça o tipo do comércio do bairro

Assim como a infra-estrutura, o comércio da região pode tornar a vida muito prática. Porém, antes de se dar por satisfeito em morar numa região repleta de lojas, saiba o que elas tem a oferecer.

Bairros segmentados oferecem muita opção de comércio, porém voltada a um só setor. É o caso dos polos de moda, sempre cheios de loja somente de vendas de roupas e acessórios. Assim, o ideal é procurar uma região com comércio diversificado e não muito saturado.

Isso porque morar em regiões totalmente comerciais pode virar um transtorno por causa da grande circulação de pessoas e do trânsito. Analise a presença de salões de beleza, mercearias, restaurantes e lojas de artigos eletrônicos, já que este tipo de comércio atende à maioria das pessoas.

3. Veja quais são as opções de transporte disponíveis

Um dos problemas mais sérios das cidades hoje em dia são os meios de transporte. Por isso, dê preferência por morar em uma região que oferece opções de transporte para seu estudo ou trabalho. Veja quais as linhas de ônibus principais e o fluxo de trânsito nos horários de pico.

Regiões perto de via expressa possuem muitas opções de transporte, mas podem ficar muito afastadas do centro. As melhores regiões oferecem avenidas largas e de fácil acesso para entrar e sair do bairro.

4. Saiba qual a proximidade do local de estudos ou trabalho

Melhor do que ter boas opções de transporte para ir para universidade ou para a empresa, é morar perto dessas instituições. Com pouco deslocamento diário, além de tempo para outras atividades, você ganha em qualidade de vida. 

É um luxo poder ir a pé para a faculdade ou trabalho, por isso aproveite a mudança de cidade para tornar esta oportunidade real. Por meio de ferramentas disponíveis na internet é possível saber com precisão quanto tempo será gasto no trajeto de casa até esses lugares, a pé, de bicicleta, transporte público ou carro. 

5. Atenção para a segurança do bairro

Dificilmente se descobre o índice de furtos e assaltos de um bairro, visto que essas informações geralmente são guardadas pela polícia local. Porém, para se prevenir de qualquer eventualidade, procure saber quais são as opções de patrulhamento do local.

Um ponto para saber da segurança é entender o fluxo e quantidade da movimentação local. Geralmente, bairros que tem uma boa circulação de pessoas tendem a ser mais seguros nos horários comerciais. Se está pensando em alugar um apartamento, converse com os vizinhos sobre a segurança da região, é a forma mais segura de saber. 

6. Bares, boates e vida noturna

Saber qual tipo de vida social você pretende ter nessa nova etapa pode ajudar a escolher a melhor região para morar. Para quem está iniciando a vida universitária, pode ser interessante escolher bairros que oferecem boas opções de bares e baladas – desde que não tirem a concentração nos estudos, é claro. 

Para quem está no final da universidade ou no começo da vida profissional, quanto mais dedicado e focado nos seus objetivos, melhor. Por isso, escolher um bairro mais residencial, que ofereça opções de escolas infantis, praças e bons restaurantes pode ser uma opção mais adequada.

7. Saiba qual o seu perfil de morador

Diante de todas as variáveis, é conhecendo seus gostos e preferências que você irá encontrar a região perfeita para morar. A escolha dependerá, sobretudo, do custo de vida pretendido e dos seus hábitos e hobbies.  

Há pessoas que fazem questão de manter a boa forma e, por isso, morar perto de uma academia ou centro fitness é imprescindível. Já outros, adeptos de uma alimentação mais natural, podem ter preferência para bairros que ofereçam opções de feiras orgânicas e mercados alternativos.

Dicas para facilitar a mudança de cidade 

Para ter uma adaptação bem sucedida, o segredo é balancear o ideal com as condições práticas que serão necessárias no dia a dia.

Procurar um lugar para morar é sempre uma tarefa que exige muito. Por isso, se não achar uma residência com todos os aspectos desejados, saiba assegurar que a região escolhida fará você se sentir à vontade.

Coloque todos os aspectos pesquisados no papel, fazendo a famosa lista de prós e contras. Muitas vezes gastar mais em um fator pode significar economizar em outro. Assim, é bom visualizar todos os itens cuidadosamente.

Morar perto da universidade, por exemplo, pode significar ter que pagar um aluguel mais caro, mas que será compensado pela economia no transporte. De qualquer forma, siga a sua intuição e escolha aquela região que fará você se sentir em casa.

A mudança de cidade pode ser encarada como um período de novidades muito próspero na vida adulta. Saber aproveitar essa oportunidade para crescer é o melhor investimento. Se você deseja receber outras dicas como essa, curta a nossa página no Facebook e não perca nenhum post! 

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário