Como se já não fosse difícil escolher uma profissão, começar os estudos para entrar na universidade é uma tarefa complicada para muitos alunos. São cobradas várias disciplinas diferentes e ainda se acumula a ansiedade de ter que lembrar de tudo isso na hora das provas, que podem ser elaboradas de maneira diferente conforme a instituição. 

Mas por onde começar a estudar para o vestibular? Confira nossas dicas para chegar preparado no dia da prova:

Realize provas simuladas

Provas simuladas são uma ótima maneira de avaliar seu desempenho. Elas são ainda melhores para quem está apenas começando, porque ajudam você a verificar em quais áreas tem mais dificuldades e quais são os conteúdos prioritários para esse momento inicial de preparação para o vestibular. Além disso, são uma boa forma de se acostumar com o estilo de prova.

Analise seus pontos fortes e fracos

A partir dos simulados, você poderá avaliar seus pontos fortes e fracos. Isso também deve ser considerado para a elaboração de um plano de estudos mais abrangente, minucioso e efetivo. Por exemplo, disciplinas em que você tem mais dificuldade devem ganhar um espaço maior de estudo, revisão e exercícios no planejamento.

Por outro lado, as matérias em que você tem um desempenho melhor podem ser estudadas com menos prioridade, ainda que regularmente.

Faça um plano de estudos para estudar para o vestibular

Já que tocamos no tema do plano de estudos, é imprescindível que você elabore um quadro de horários e uma programação minuciosa de tudo que tem que ver e rever até o dia da prova. Uma boa maneira de fazer isso é começar pelos editais dos vestibulares que você pretende prestar. Verifique quais conteúdos são mais recorrentes e dê prioridade a eles, com mais tempo em seu quadro de horários.

Além disso, procure alternar suas disciplinas entre um dia e outro de estudo. Isso faz com que você memorize melhor os conteúdos, dedique mais tempo do dia a um mesmo tema e tenha sempre aquele exercício de relembrar o que aprendeu nas semanas anteriores. Procure também intercalar sessões de estudo, revisão e exercícios. Elas são igualmente importantes.

Adquira materiais didáticos adequados

Verifique quais são os materiais didáticos mais indicados para a instituição onde você quer estudar. Alguns livros e apostilas são referência, independentemente de onde você vá realizar uma prova. Esse é um investimento muito importante e influencia diretamente seu desempenho no vestibular.

Entenda o perfil de cada instituição

Saiba que cada instituição de ensino superior tem um perfil diferente, e que isso afeta o estilo de prova de vestibular que elas implementam no processo seletivo. Por mais que o Enem tenha uniformizado muitas etapas desses processos seletivos, ainda é importante que você verifique se há prova aberta, quais são as formas de redação mais cobradas, entre outros aspectos de cada instituição.

Cultive o hábito de ler diariamente as principais notícias

Esse é um hábito que irá te trazer benefícios em vários aspectos: compreensão textual, articulação de ideias, argumentação, redação, ortografia, gramática, etc. Isso tudo também vai te ajudar a escrever melhor. Por isso, crie o hábito de separar ao menos 40 minutos de cada dia de estudos para ler as principais notícias dos jornais e blogs de notícias. Afinal, entender temas como a guerra na Síria ou a atual crise política do Brasil é fundamental.

Aprenda a se organizar

Não seja um estudante desorganizado! A desorganização pode atrapalhar (e muito) o processo de aprendizado! Tenha uma agenda com todos os seus compromissos, os tópicos a serem estudados em cada dia, exercícios pendentes, datas de simulados, etc.

Acompanhe a evolução de seus resultados

Com o tempo, seus estudos devem necessariamente apresentar um progresso, porque é o caminho natural dos estudos preparatórios para o vestibular. Como saber se isso está acontecendo com você? Acompanhe seus resultados! Verifique a porcentagem de acertos e o tempo de resolução de cada bateria de exercícios. Essas são boas métricas para você acompanhar seu desempenho.

Estude sem distrações

Estudar em ambientes cheios de distração é um dos piores erros que um vestibulando pode cometer. Evite ao máximo estudar na sala de TV de casa, onde você terá familiares e amigos distraindo você dos estudos a todo momento. Aproveite também para se desligar por completo das redes sociais e aplicativos de mensagens. A cada vez que você se distrai com essas mensagens, fica ainda mais difícil voltar e se concentrar naquilo que você estava fazendo antes.

E a concentração é imprescindível para seus estudos!

Saiba priorizar conteúdos

Percebeu algum assunto recorrente nos principais vestibulares do país? Algum tema está na ponta da língua dos principais brasileiros? Há matérias dos vestibulares que são cobradas todos os anos? Por que não priorizar esses conteúdos mais recorrentes nas provas?

Essa pode ser uma boa estratégia de estudos para quem está começando e ainda está perdido em relação às melhores práticas para passar nesses processos seletivos, porque aumenta rapidamente seu índice de aproveitamento nas provas.

Descubra quais métodos funcionam melhor para você

Nem todas as pessoas são iguais: cada estudante tem uma personalidade e um estilo de aprendizado bastante diferente. Isso quer dizer que nem todos os métodos funcionam bem com toda e qualquer pessoa. Por exemplo, alguns alunos aprendem melhor por meio da elaboração de resumos e outras sínteses da matéria. Mas há também quem apreenda melhor o conteúdo a partir de apostilas e outros livros didáticos.

Além disso, o formato de suas sessões de estudo também pode variar. Existem alunos que apresentam rendimento melhor quando estudam ouvindo música clássica ou outro tipo de som ambiente, mas há quem prefira estudar em silêncio total. Você deve descobrir aquilo que mais funciona para você, independentemente do que seus colegas recomendam.

Não deixe seus estudos acumularem

Jamais deixe para a última hora os estudos preparatórios de um vestibular. Essa é uma etapa extremamente importante da vida e os conteúdos das disciplinas são muito abrangentes para você achar que poderá dar conta de tudo nos meses antecedentes à prova. Em vez disso, priorize desde cedo essa forma de preparação, com um planejamento de estudos mais duradouro e com tempo suficiente para ver e rever todos os conteúdos cobrados

O que achou dessas dicas sobre como começar a estudar para o vestibular? Que tal conferir também nosso Guia prático sobre como ser aprovado no vestibular? Clique aqui e aproveite para baixá-lo!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário