Se você gosta de cálculos, tem intimidade com tecnologias e já percebeu que a área da informática é uma ótima escolha profissional, você deve conhecer mais sobre o Curso de Engenharia da Computação.

A profissão está em alta e o mercado está bastante aquecido. A equação “oferta e demanda” se encontra muito favorável aos profissionais: muita demanda por parte dos contratantes e pouca mão de obra especializada. Isso significa que os salários estão em alta e você ainda poderá ter liberdade de escolher com quem e em qual área quer trabalhar.

Quer saber por que o curso de Engenharia da Computação é a melhor aposta para sua graduação? Confira tudo sobre ele e ainda as grandes vantagens de se optar por essa área:

O que de fato faz o engenheiro da computação?

Desenvolver sistemas computadorizados, infraestruturas de hardware e software para a Tecnologia da Informação são algumas das responsabilidades do profissional da Engenharia da Computação.

Também são suas atribuições integrar os recursos físicos e lógicos na área de TI, além de desenvolver, implementar, especificar, adaptar, industrializar, instalar e manter sistemas computacionais. Ainda cabe ao engenheiro da computação desenvolver equipamentos e softwares para controle, comunicação e interação.

Como é estruturado o curso de Engenharia da Computação?

Com uma duração média de 4 a 5 anos, o curso de Engenharia da Computação confere o título de bacharel ou licenciado ao graduado. Como é comum aos cursos de Engenharia, há muitas disciplinas de Ciências Exatas, como Matemática e Física.

A grade curricular pode variar de acordo com a faculdade, mas de forma geral podem estar presentes disciplinas como:

  • Algoritmos e Programação;

  • Arquitetura de Computadores;

  • Cálculo;

  • Circuitos Digitais e Elétricos;

  • Linguagem de Descrição de Hardware;

  • Probabilidade e Estatística;

  • Robótica;

  • Sistemas de controle;

  • dentre muitas outras.

As instituições estão atentas às novas demandas e com isso vêm incluindo na sua grade curricular também disciplinas sobre Empreendedorismo.

Ao fim do curso, o graduado terá conhecimentos aprofundados em Tecnologia da Programação, Engenharia de Software, Eletrônica Digital, Organização de Hardware e Inteligência Artificial. Para escolher a melhor instituição, não deixe de verificar sua grade curricular, a qualidade do corpo docente, sua estrutura de laboratórios e índices de empregabilidade dos graduados!

Qual a diferença entre Engenharia de Computação e Ciência da Computação?

Ao contrário do curso de Ciência da Computação (que envolve essencialmente softwares), no curso de Engenharia da Computação aprende-se tanto a atuar no desenvolvimento de softwares quanto a trabalhar com hardware. Há muitas similaridades entre os dois cursos, porém o de Ciência da Computação tem foco maior no desenvolvimento de programas.

Na Engenharia da Computação também estudam-se softwares, mas ainda há disciplinas voltadas para hardware, com conhecimentos de Engenharia Elétrica. O graduando aprende a projetar e construir periféricos, teclados, monitores, placas de som e vídeo. Ainda aprende a atuar na definição e implementação de equipamentos de rede, telefonia celular, projetos de automação e programação de robôs.

Quais são as áreas de atuação?

O graduado em Engenharia da Computação pode atuar como analista de sistemas, arquiteto de software, gerente de TI e ainda seguir carreira acadêmica como professor ou pesquisador. Os campos são extremamente diversificados, podendo ir desde automação industrial e robótica até o gerenciamento de redes de grandes empresas.

O engenheiro da computação também sempre é requisitado por empresas de tecnologia, softwares e institutos de pesquisa. De fato, onde quer que exista hardware, software e equipamentos eletrônicos que demandem infraestrutura para estabelecer comunicação de dados, a presença do profissional da engenharia de computação será imprescindível.

Veja algumas atividades exercidas pelo engenheiro de computação:

  • Engenharia de Software (arquitetura e elaboração dos sistemas integrados de TI);

  • Infraestrutura de Redes de Computadores Empresariais;

  • Sistemas de Bancos de Dados;

  • Automação (sistemas inteligentes para controle de processos industriais e comerciais);

  • Plataformas Web;

  • Sistemas Embarcados.

O que se espera do profissional da Engenharia de Computação?

A essência do trabalho do engenheiro de computação consiste em encontrar soluções tecnológicas para seu cliente, projeto ou empresa. Por isso, espera-se que o profissional tenha facilidade para solucionar problemas, seja criativo, goste e conheça sobre tecnologia e tenha domínio das Ciências Exatas.

É preciso ainda que tenha bons conhecimentos de inglês, porque muito do material da área (seja literatura, manuais ou projetos) é escrito nesse idioma. E, claro, é imprescindível que esteja sempre atualizado e por dentro das novas tecnologias, que avançam com muita velocidade.

Como é a carreira de Engenharia de Computação?

O profissional pode optar por seguir uma carreira técnica, liderar grandes projetos, assumir funções gerenciais e de direção ou ainda ser um empreendedor autônomo. Considera-se que o auge da carreira se dá em cerca de dez anos após a entrada no mercado de trabalho.

Além de estar sempre atualizado, é importante investir em pós-graduações, essenciais para quem quer ser um profissional destacado. Para atuar no mercado é preciso ainda, além do diploma, obter registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea).

Como é o mercado de trabalho da área?

A expansão constante das tecnologias é a grande razão do mercado de trabalho na área da computação estar aquecido e manter as boas perspectivas. A demanda por profissionais é grande e proporcionalmente há pouca mão de obra especializada.

Existem excelentes oportunidades nos grandes centros e também uma grande demanda no Vale do Paraíba (região que abrange cidades do interior e litoral de Rio de Janeiro e São Paulo), para desenvolvimentos de softwares para operacionalizar equipamentos automotivos e aeronaves. A remuneração inicial gira em torno de R$ 3.000 a R$ 4.000, sendo que profissionais experientes podem receber acima de R$10 mil.

Quais são as perspectivas de trabalho no Brasil?

A tendência na área da computação brasileira é de nacionalizar a tecnologia. Junto a isso, o governo ainda vem dando grandes incentivos para que os equipamentos sejam produzidos aqui.

O Brasil vive um ótimo momento na Engenharia da Computação devido à intensa expansão de redes e sistemas de informação por todo o país. Com isso, profissionais capazes de atuar elaborando projetos de integração de sistemas para aumentar a eficiência dos setores da indústria, comércio e serviços vêm sendo cada vez mais procurados.

Além disso, com a maturação e o constante desenvolvimento de tecnologias como a TV digital, o avanço das redes sem fio e aplicativos para gadgets, as perspectivas se ampliam ainda mais. Esse cenário vem atraindo cada vez mais interessados a investirem na sua carreira entrando para o curso de Engenharia da Computação.

Agora que você viu como o curso de Engenharia da Computação tem excelentes perspectivas, é hora de se preparar para o vestibular! Não deixe de baixar nosso e-book “Guia Prático: como ser aprovado no vestibular” para conhecer todas as dicas de sucesso!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário