A engenharia é uma área muito abrangente que engloba diversos ramos especializados. Cada um tem sua ênfase específica em determinados campos de aplicação e usa tecnologias próprias. O profissional de engenharia, assim, pode escolher entre diversas áreas para atuar, necessitando de uma formação específica para tal.

Quer saber mais sobre as áreas da engenharia? Então conheça-as a seguir:

Engenharia aeronáutica

Essa área da engenharia é a responsável pelo projeto e a manutenção de aeronaves, além do gerenciamento das atividades aeroespaciais. Entre as aeronaves que podem ser projetadas estão helicópteros, aviões, satélites e foguetes.

O engenheiro aeronáutico é responsável pelas inspeções periódicas das estruturas e equipamentos, além de sensores e instrumentos de controle. A atuação desse profissional pode ser tanto na indústria quanto em serviços ligados à infraestrutura aeronáutica.

Engenharia ambiental

O engenheiro ambiental tem como função a preservação dos recursos naturais visando a proteção da saúde homana, reduzindo os danos que a humanidade produz e que afetam o meio ambiente. Faz parte da rotina do engenheiro ambiental construir e gerenciar a operação de sistemas que captam e distribuem água, a coleta e o tratamento do esgoto, além da reciclagem tanto de líquidos quanto de sólidos. Ele também avalia e diagnostica diversos tipos de poluição. Sua atuação vai desde os polos industriais até a participação em secretarias municipais e estaduais.

Engenharia da computação

A engenharia da computação reúne os conhecimentos usados para o desenvolvimento tanto de computadores quanto de periféricos. É responsabilidade do engenheiro de computação a projeção e a construção de equipamentos, além dos sistemas que fazem a integração entre hardwares e softwares.

Engenharia de alimentos

O engenheiro de alimentos pode trabalhar na indústria, atuando nas mais diversas etapas que envolvem tanto o preparo quanto a conservação de alimentos, além da seleção das matérias-primas e a definição do sistema de armazenagem. Outra atividade do engenheiro de alimentos é a certificação das embalagens dos produtos. Ele também pode testar formulações para determinar o sabor, a cor, a consistência e o valor nutricional de cada alimento. O maior campo de atuação para o engenheiro de alimentos está nas indústrias do setor alimentício.

Engenharia de controle automação

Faz parte da rotina do engenheiro de controle e automação a projeção, o gerenciamento e a operação dos equipamentos que são utilizados em processos produtivos nos mais diversos tipos de indústrias. Esse profissional também faz a manutenção desses equipamentos, além de programar as máquinas e de adaptar os softwares aos processos industriais.

Engenharia elétrica

O engenheiro eléetricista está habilitado para construir e operar os sistemas de automação de controle nas linhas de produção industrial. Ele desenvolve componentes eletroeletrônicos e opera na manutenção de equipamentos. A engenharia elétrica também abrange o projeto e a construção de usinas nucleares, termelétricas e hidroelétricas.

Esse profissional atua diretamente com a geração, a transmissão e também a distribuição da energia elétrica, podendo trabalhar em concessionárias de energia, telecomunicações, fábricas, indústrias e outras mais.

Engenharia industrial

O engenheiro industrial é o responsável pelos recursos que são necessários à produção industrial. Ele acompanha de perto a implantação e também a manutenção da infraestrutura da indústria, como as redes de água e de gás, além das pontes e esteiras rolantes. Faz parte de suas responsabilidades a organização e a administração das instalações industriais, desde o momento da chegada da matéria-prima até o controle da qualidade do produto final.

Engenharia mecatrônica

O engenheiro mecatrônico projeta e instala as máquinas que operam de maneira convencional ou automática, integrando as linhas de produção. Ele também é o responsável pelo completo gerenciamento de operação e manutenção. Sua rotina inclui pesquisa, desenvolvimento e implantação de softwares que operam os equipamentos. Seu trabalho está relacionado com o engenheiro de produção, pois juntos eles escolhem materiais e tecnologias que devem ser utilizados.

Engenharia agrícola

Voltado para os processos de produção agropecuária, o engenheiro agrícola projeta e administra as técnicas e os equipamentos que são usados nas criações e nas lavouras. Ele estuda e implementa métodos para armazenagem, construção de estufas, silos e armazéns, visando sempre o desenvolvimento sustentável e inovador.

Cabe ao engenheiro agrícola propor medidas que evitem erosão e o esgotamento de recursos como o solo. O engenheiro agrícola também é capacitado para trabalhar com distribuição e comercialização de produtos.

Engenharia civil

O engenheiro civil é o responsável pelo projeto, gerenciamento e execução de obras como prédios, casas, pontes, estradas, viadutos e barragens. Além de acompanhar todas as etapas de construção e de reformas, esse profissional faz a análise do solo e o estudo tanto de insolação quanto de ventilação do local. Ele determina os tipos de fundação e os acabamentos, especificando redes elétricas, hidráulicas e de saneamento. Cabe ao engenheiro civil a segurança e a estabilidade das edificações.

Engenharia de produção

Profissional indispensável nas indústrias e empresas de praticamente todos os setores. Responsável por gerenciar os recursos humanos, financeiros e materiais das empresas, o engenheiro de produção tem como objetivo o aumento da produtividade e da rentabilidade.

A formação do engenheiro de produção inclui conhecimentos de engenharia e de administração, além de fundamentos de economia. Isso faz com que ele consiga consiga integrar mão de obra, equipamentos e matéria-prima de uma tal forma que a companhia em que ele atua avance na qualidade e na produtividade. Empresas prestadoras de serviço também podem requisitar esse profissional.

Engenharia de telecomunicações

O engenheiro de telecomunicações, como o nome indica, faz o desenvolvimento, a implantação e a manutenção de redes de telecomunicações. Com formação na área elétrica e eletrônica, o engenheiro de telecomunicações é capaz de criar, planejar e construir equipamentos.

Responsável também pela manutenção de cabeamentos, satélites, centrais de transmissão e retransmissão, o engenheiro de telecomunicações pode atuar em empresas concessionárias de serviços que envolvam sistemas de telecomunicações. É requisitado também pela indústria eletroeletrônica e por órgãos que regulem a atividade de telecomunicações.

Engenharia química

O engenheiro químico é o responsável pelos processos industriais que tenham transformações físico-químicas. Por meio de técnicas de extração ou obtenção de matérias-primas, o engenheiro químico atua na transformação de produtos químicos e petroquímicos como celulose, papel, têxteis, plásticos e tintas.

Esse profissional desenvolve tanto os produtos quanto os equipamentos, além de atuar na pesquisa de tecnologias e processos que sejam mais eficientes e menos agressivos ao meio ambiente. Ele pode projetar e construir fábricas, usinas e estações de tratamento para os rejeitos industriais.

Você deseja saber tudo sobre os cursos nas diversas áreas da engenharia? Então baixe agora mesmo o nosso Guia dos Engenheiros: saiba tudo sobre a carreira desses profissionais e suas áreas de atuação!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário