Escolher uma faculdade nem sempre é tarefa simples para alguns estudantes, pois, além de envolver uma série de variáveis que devem ser ponderadas — como acesso, qualidade e credibilidade —, essa decisão também provoca mudanças significativas na rotina e no futuro profissionais desses alunos.

Por isso, é preciso analisar todas as opções disponíveis, bem como os benefícios oferecidos por cada instituição de ensino superior. Mais importante do que o nome da instituição é a qualidade de ensino oferecida aos alunos. Plano pedagógico, conteúdo, apostilas e livros atualizados, instalações e professores competentes são apenas alguns dos itens a serem observados.

Confira agora as nossas dicas de como escolher uma faculdade e seguir firme com os estudos!

Valor das mensalidades

Um dos principais fatores a serem avaliados é o valor das mensalidades do curso escolhido. O aluno deve verificar se o investimento é coerente com o que a faculdade oferece e, principalmente, se consegue arcar com essas despesas.

Paralelamente, é preciso se lembrar de custos adicionais, como transporte e compra de materiais. Atualmente, há algumas possibilidades de crédito educativo, além do programa oficial do governo (Fies — Fundo de Financiamento Estudantil), que podem ser uma boa opção para organizar o orçamento sem desistir da faculdade.

Vale lembrar também que algumas instituições particulares concedem descontos especiais para estudantes que efetuam o pagamento com antecedência e para aqueles que apresentam bons resultados no exame de bolsas ou optam por determinado período para estudar. Dessa forma, é importante perguntar sobre os descontos que a faculdade oferece, pois essa economia pode ser determinante para o planejamento financeiro do estudante.

Infraestrutura

Outra dica importante de como escolher uma faculdade é analisar a infraestrutura disponibilizada pela instituição. Afinal, a qualidade do curso está intimamente ligada aos recursos apresentados pela faculdade. Assim, é preciso confirmar as condições das salas, laboratórios, bibliotecas e acervos digitalizados e corpo docente, além da acessibilidade a todos os ambientes.

A visita agendada ao campus pode esclarecer dúvidas e alinhar expectativas, inclusive sobre as instalações e o uso de novas tecnologias para cada curso. De acordo com a realidade do estudante, algumas facilidades também são bem-vindas, como fácil acesso por transporte público e praça de alimentação.

Reputação e especialização

O estudante deve também analisar a reputação e o prestígio da instituição perante o mercado, ex-alunos e alunos, já que essa questão pode pesar no currículo e na conquista de novas oportunidades profissionais. Desse modo, é preciso escolher uma faculdade renomada e que esteja entre as referências em relação ao curso pretendido.

Muitas faculdades oferecem uma grande quantidade de cursos, porém nem sempre contam com uma estrutura completa e atualizada ou com professores, mestres e doutores especializados em todas as áreas de conhecimento. Também é interessante verificar se a universidade oferta cursos de pós-graduação, o que pode facilitar o aprimoramento, depois de graduação regular.

Avaliação do MEC

Conhecer a avaliação do curso no MEC também é fundamental. No site oficial do Ministério da Educação, é possível consultar as notas obtidas pelas instituições em pesquisas nacionais, sendo essa mais uma informação para sustentar a escolha por uma determinada faculdade.

É uma maneira simples de verificar o desempenho da instituição e, consequentemente, a eficiência de seu modelo de ensino. O estudante pode também recorrer a outras fontes, como guias e rankings universitários, publicados anualmente por jornais e revistas.

Programas para inserção no mercado

Algumas faculdades contam com programas bem estruturados para promover a inserção dos alunos no mercado de trabalho. Por meio de parcerias com empresas de diversos portes e segmentos de atuação, essas instituições divulgam vagas de estágio e emprego. Além disso, também oferecem orientação profissional.

Em palestras e simulados, o aluno recebe dicas sobre como produzir um currículo atraente, como se portar em entrevistas, e ainda é estimulado a desenvolver competências comportamentais importantes para o universo corporativo, como capacidade de liderança, poder de negociação e empatia.

Dinâmicas de grupo, testes de perfil profissional, devolutivas e feedbacks também fazem parte de alguns programas. Assim, eles podem ser muito bem aproveitados pelos estudantes.

Diferenciais

Diferenciais, como opções de intercâmbio, também ajudam na escolha por uma instituição.  É importante observar se a faculdade oferece, por exemplo, estágio no exterior. Alguns convênios são muito interessantes e promovem uma boa experiência internacional.

Além disso, é importante conferir se há disciplinas optativas, centros de pesquisa e desenvolvimento, atividades extracurriculares, incubadoras de negócios com foco em empreendedorismo ou opções de formação continuada. Projetos alternativos, que envolvam voluntariado e ações de apoio a causas sociais e ambientais, também devem ser considerados como pontos positivos.

Localização e acesso

Esse também é um dos critérios utilizados no momento de escolher a faculdade, principalmente para os alunos que moram nos grandes centros urbanos, onde a mobilidade é sempre bastante restrita. Para que o acesso seja viável, é preciso considerar distâncias, trajetos, existência de estacionamentos e linhas de transporte público, além do tempo de descolamento, para que o aluno possa frequentar as aulas com tranquilidade.

Projeto pedagógico

Outra dica de como escolher uma faculdade é levar em consideração o projeto pedagógico da instituição. Isso significa pesquisar se ela adota grades curriculares multidisciplinares, no intuito de formar profissionais mais completos para o mercado de trabalho, de acordo com as tendências de gestão e de carreira. Tanto as graduações mais técnicas quanto as mais generalistas devem oferecer disciplinas facultativas, que colaboram para diversificar o conteúdo e incorporar novos conhecimentos, úteis à profissão.

Entretanto, a qualidade do projeto pedagógico não depende apenas da grade curricular. Encontros e seminários com profissionais conceituados na área e visitas organizadas a empresas são iniciativas importantes, que ajudam os alunos a formarem uma visão mais realista do mercado de trabalho e do universo corporativo. Além disso, a disponibilização de materiais complementares, artigos, e-books e videoaulas via portal do aluno também reforça o compromisso com o aprendizado e com a inovação.

Aliás, inovação deve fazer parte das prioridades da instituição, por meio da adoção de soluções tecnológicas presentes em muitos processos internos, como no atendimento aos alunos, na comunicação com os professores e no compartilhamento de informação e conhecimento.

E para você? O que é mais importante na escolha de uma faculdade? Compartilhe conosco suas opiniões e comentários!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário