Como você já está cansado de saber, o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e seletivo com os seus profissionais. Para quem está apenas começando, é comum sentir medo de errar ou de não conseguir uma oportunidadediante de tantas pessoas com anos de experiência e qualificações.

Se você se identificou com esse sentimento e não sabe bem como começar, confira as nossas 7 dicas de como entrar no mercado de trabalho sem fazer feio!

Turbine o seu currículo

Você deve estar se perguntando como turbinar o currículo sem qualquer experiência profissional, não é? Sabe aquela sua participação no grêmio estudantil durante o ensino médio, as aulas no curso de inglês, a viagem de intercâmbio, os projetos apresentados durante as feiras de conhecimento ou os trabalhos voluntários que você fez? Essas coisas, que pareciam sem utilidade para a vida profissional, podem incrementar seu currículo, compensando, de alguma forma, a falta de experiência no mercado de trabalho.

O empregador estará ciente de que você está em busca de uma primeira oportunidade, por isso qualquer informação relevante, que mostre as suas habilidades e conhecimentos, é uma forma de avaliar o seu perfil e o que aquela empresa pode esperar de você como profissional.

Encare o desafio com maturidade

Mesmo que você tenha pouca idade, ou não tenha tido qualquer experiência profissional, uma das melhores maneiras para entrar no mercado de trabalho é encarar o desafio com maturidade. Lembre-se de que dificilmente a empresa será conivente com atitudes irresponsáveis, ou falta de compromisso, só porque aquele é o seu primeiro emprego.

Pelo contrário: pessoas que estão começando são observadas mais de perto por lideranças. Inevitavelmente você cometerá erros, mas é importante assumir responsabilidades e ter uma postura ética na sua profissão. Uma primeira experiência positiva será capaz de ampliar o seu networking, trazer novas oportunidades e, com certeza, você terá uma boa indicação dos profissionais com que trabalhou para possibilidades futuras.

Observe a cultura da empresa

É sempre importante ter uma personalidade verdadeira e mostrar as suas capacidades no ambiente de trabalho. Dificilmente profissionais que “se escondem” se destacam como pessoas de sucesso. No entanto, quando se trata do primeiro emprego, observar a cultura da empresa e a postura de quem trabalha nela é uma das melhores lições de como entrar no mercado de trabalho com o pé direito.

Nas primeiras semanas, veja de perto, sem parecer inconveniente, como os seus colegas de trabalho costumam realizar tarefas, como se comunicam com clientes e gestores, como se vestem, e quais são os aspectos do dia a dia deles naquela empresa. Essa é uma forma de entender a cultura e missão da organização, para se adaptar a ela da melhor maneira.

Se mantenha atualizado

Não é porque você conseguiu a vaga dos sonhos que deve parar por aí. Toda empresa, ao contratar um novo colaborador, espera que ele traga novas ideias, sugestões produtivas e renove o fôlego da equipe que atua ali.

Para isso, além dos seus conhecimentos, é preciso se manter sempre atualizado como forma de se destacar profissionalmente e surpreender aqueles que não confiam, ou não acreditam, em que está começando.

Participe de palestras na faculdade, assista a alguns seminários e use a internet como sua aliada na leitura de livros e artigos sobre a sua área de atuação. É importante também investir em conhecimentos que vão além do básico para a sua profissão, como um novo idioma, por exemplo. O inglês já é uma exigência básica de muitas empresas, principalmente as multinacionais, que procuram funcionários com perfis de liderança global que possam crescer naquele ambiente de trabalho.

Entenda todas as possibilidades do mercado

Em busca do primeiro emprego, muitas vezes acabamos enviando propostas para vagas que não são bem a nossa cara. Antes de sair distribuindo currículos para qualquer oportunidade que apareça, avalie bem as possibilidades do mercado e o que será proveitoso para você.

Por exemplo, se você estiver cursando uma formação superior, concentre a sua busca em estágios que possam agregar conhecimentos e experiência na sua área. Essa primeira escolha é importante para que você entenda em quais funções pretende atuar no futuro. Além disso, converse com profissionais ativos no mercado e trace o melhor caminho para a sua carreira.

Se determinada vaga oferecer um alto salário e benefícios, mas você acredita que o seu perfil não se encaixa naquela função, é bom pesar os prós e contras antes de aceitá-la. Caso contrário, você poderá acabar prejudicando o seu currículo caso desista desse trabalho muito rápido.

Preze sempre pela boa convivência

Para qualquer profissional, é essencial saber trabalhar em equipe e se comunicar sobre as demandas e metas da empresa com outras pessoas. Para quem está começando, porém, é ainda mais importante ter uma boa convivência com colegas de trabalho, pois nos primeiros dias você precisará bastante dessas pessoas para entender o funcionamento da empresa, os prazos, os nomes de possíveis clientes e como as tarefas costumam ser executadas.

É comum no ambiente de trabalho encontrar pessoas mal intencionadas e em quem se deve prestar atenção, mas também é possível fazer amigos que te ajudarão a crescer como profissional e como pessoa. Seja educado e evite criar conflitos ou entrar em fofocas. Saber respeitar as diferenças e prezar pela boa convivência da equipe te tornará um profissional maduro e capaz de enfrentar qualquer desafio — e o mercado reconhece essas qualidades!

Seja proativo

Ao chegar a um novo ambiente, é comum tentar entender o funcionamento daquele local ou conhecer melhor as pessoas que estão ali. No entanto, não use a desculpa de que “ainda está aprendendo como entrar no mercado de trabalho” para não ser proativo.

Por ser novo na empresa, líderes e profissionais esperam que você traga contribuições e não seja apenas mais um na multidão. Em reuniões e conversas, não tenha medo de expor suas ideias ou trazer sugestões de melhorias.

Se um colega de trabalho estiver sobrecarregado, se ofereça para compartilhar tarefas ou tente se antecipar aos pedidos dos gestores. Até mesmo atitudes simples, como atender o telefone ou responder um e-mail se apresentando para profissionais de outros setores, são vistas como bons sinais de que você é proativo e tem muito potencial, mesmo sem qualquer experiência anterior.

E então, ficou mais fácil entender como entrar no mercado de trabalho? Tem outras sugestões? Compartilhe nos comentários, e não se esqueça de assinar a newsletter para receber as novidades do blog!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário