Abrir um negócio faz parte dos sonhos e do projeto de vida de muita gente. Porém, a maioria das pessoas acaba jamais tirando a ideia do papel por não ter menor ideia a respeito do que fazer para começar. Ou, pior: existem aqueles que até conseguem colocar para funcionar o seu empreendimento, mas não sabem o que fazer para que ele seja rentável, lucrativo e bem-sucedido, e acabam vendo seu sonho mais bonito se tornar um verdadeiro pesadelo.

Se você tem o desejo de se tornar um empreendedor, mas não sabe muito bem por onde iniciar o seu projeto, confira os passos essenciais para abrir um negócio próprio e descubra como fazer a sua ideia se transformar em uma empresa de verdade, sólida e promissora!

Tenha uma ideia e analise sua viabilidade

Toda empresa, por maior que seja hoje, começou com uma pequena ideia. Sabe a Microsoft, o Google, o Facebook e a Apple? Pois bem. Todas essas gigantes são exemplos de empreendimentos de sucesso que tiveram início com uma ideia que, a princípio, pode ter parecido despretensiosa. Porém, foi preciso que alguém acreditasse nela para que o planejamento enfim saísse do campo da imaginação.

Assim, se você deseja abrir um negócio próprio, você precisa ter uma boa ideia e analisar sua viabilidade. Parece ser complexo, mas na verdade, isso não é um bicho de 7 cabeças.

Como ter uma boa ideia para um negócio?

Existem pessoas que têm a ideia para um empreendimento próprio de modo bastante natural. Porém, se você ainda não teve um pensamento genial, não há motivos para entrar em desespero. Existem algumas maneiras de aguçar sua criatividade, para que você consiga, enfim, idealizar um negócio inspirador.

Reflita sobre o que você gosta

Se você quer ser um empreendedor, saiba que é provável que seu negócio demore um certo tempo até apresentar os resultados esperados. Por isso, é importante que sua ideia envolva algo com o que você se identifique, algo de que você goste de verdade. Isso vai colaborar para que você se mantenha motivado e persistente, mesmo que tenha que lidar com pequenos fracassos ou uma certa demora antes de poder colher os frutos de seus esforços.

Interaja com outras pessoas

Ótimas ideias podem nascer a partir de conversas descontraídas com outras pessoas. Procure interagir não apenas com pessoas que tenham interesses e gostos parecidos com os seus, mas também com gente diferente. Esteja aberto a novas maneiras de pensar e de enxergar o mundo, pois isso pode render a você valiosos insights, que podem fazer com que a ideia perfeita se apresente a você.

Vá em busca de inspiração

Quanto mais repertório você tiver, maiores são as chances de ter uma ideia de negócio inovadora e criativa, que possa impactar de maneira positiva o mercado e trazer bons resultados a você.

Navegue pela internet em busca de sites e blogs inspiradores e que tenham a ver com a área de negócio com a qual você se identifica. Busque livros, revistas e outras publicações que possam servir de fonte de inspiração e trazer-lhe boas ideias.

Pode soar como um clichê, mas pense fora da caixa. Não fique restrito apenas àquilo que você conhece, pois excelentes ideias podem surgir de inspirações que não têm a menor relação com a área na qual você deseja atuar. Quando se está em busca de um negócio perfeito, é preciso estar antenado não apenas às tendências, mas às oportunidades que, até o momento, ninguém havia percebido. É isso que possibilita a inovação.

Analise a viabilidade de sua ideia

Conseguiu ter uma ideia que fez seus olhos brilharem? Então é hora de analisar sua viabilidade.

Para ter futuro, seu negócio precisa partir de uma ideia realista e que possa ser colocada em prática. Ao mesmo tempo, é preciso que seu empreendimento tenha procura pelo mercado, tenha uma finalidade útil e seus custos fixos e variáveis garantam bons índices de lucratividade e rentabilidade. Afinal, você quer um negócio inspirador e que lhe traga satisfação mas, principalmente, capaz de trazer a você bons resultados financeiros, certo?

Faça um planejamento estratégico

Você já conseguiu criar alguma coisa no plano da imaginação. Mas, até agora, o que você tem é uma ideia genérica e talvez fantasiosa a respeito do negócio que você quer construir. Para colocar seu empreendimento em prática, é preciso que você desenvolva um detalhado planejamento estratégico, para garantir que seu negócio se torne realidade de uma forma segura, consistente e que traga a você excelentes chances de ser bem-sucedido.

Confira a seguir o que você precisa saber para começar o seu planejamento estratégico e fazer seu negócio deslanchar:

Por onde começar?

São tantos aspectos relacionados ao início de um negócio que empreendedores iniciantes podem se sentir perdidos e confusos na hora de dar os primeiros passos. Felizmente, a coisa é mais simples do que parece.

Cada tipo de empreendimento, dependendo do seu perfil, área de atuação e porte, vai exigir tipos diferentes de providências e recursos. Sua primeira providência é colocar na ponta do lápis tudo do que você precisa para começar.

Um ponto comercial? Máquinas? Documentações e autorizações específicas? Know-how? Faça uma lista e enumere absolutamente todos os itens que necessitam de sua atenção para que seu empreendimento possa começar a caminhar.

De que tipo de conhecimentos você necessita?

Para quem quer abrir um negócio próprio, conhecimento é sinônimo de sucesso. Antes de arregaçar as mangas e começar a trabalhar, é altamente recomendado que você se informe, leia muito e converse com especialistas a respeito de tudo o que é preciso saber para fazer seu negócio dar certo. Talvez, antes de começar, você precise realizar alguns cursos, ter algumas experiências práticas ou pesquisar bastante sobre o assunto, para só então dar o pontapé inicial.

Como um mentor pode ajudar você nessa empreitada?

É impressionante o tempo e o esforço que você pode poupar se contar com a ajuda de um mentor. Ele é aquela pessoa que tem mais experiência que você em determinados assuntos e se dispõe a ajudá-lo, aconselhá-lo e guiar os seus passos. Isso facilita sua vida, à medida que o poupa de cometer certos erros típicos de pessoas iniciantes.

O mentor pode ser qualquer pessoa, desde que tenha boa experiência na área que você precisa de ajuda. Se você for um universitário, tem em mãos uma oportunidade que vale ouro. Afinal, o ensino superior é o “habitat” de uma infinidade de professores muito bem qualificados, que podem dar uma grande contribuição aos seus projetos.

Seja humilde, perca a timidez e não tenha vergonha de pedir ajuda. Lembre-se de que grandes empresas com certeza começaram recebendo um importante apoio de outros profissionais que já estavam a mais tempo na estrada.

O que será necessário em termos de infraestrutura e recursos?

Seu planejamento estratégico deve contemplar todos os detalhes relacionados à infraestrutura e demais recursos que seu empreendimento precisa para começar a funcionar.

Analise o funcionamento no ramo de atuação no qual você pretende ingressar e enumere tudo aquilo que é necessário ter para fazer seu negócio começar: máquinas? Matéria-prima? Um ponto comercial? Um sistema informatizado poderoso? Balcões, mesas, cadeiras, computadores? Quanto de cada uma dessas coisas você precisa? Qual é o valor de cada um desses itens?

Descubra do que você precisa para saber qual valor você necessita ter à sua disposição para fazer sua ideia se tornar um negócio real.

Quem são seus concorrentes e no que a experiência deles pode ajudar você?

A menos que sua ideia seja completamente inovadora e que absolutamente ninguém em todo o mundo tenha pensado em algo semelhante, você terá, sim, concorrentes. Talvez poucos, talvez muitos; mas esses empresários não devem ser encarados como seus inimigos. Eles são pessoas que já passaram por todas as fases que levam até a construção real de um negócio e, com sua experiência, têm muito a acrescentar à sua jornada.

Observar seus concorrentes pode ser uma ótima maneira de perceber o que dá certo e o que dá errado em seu ramo de atuação e enxergar brechas para boas oportunidades de inovação ou nichos de mercados.

Qual é a missão do seu negócio? E a visão? Quais são os valores do seu empreendimento?

Por quais motivos você quer abrir um negócio próprio?

Sim, nós sabemos que você quer se tornar um empreendedor bem-sucedido e lucrar bastante com isso. Mas qual a verdadeira relevância do seu negócio para a sociedade? Quais os valores que regerão seu empreendimento? Onde você espera que sua empresa esteja nos próximos anos?

Ter essas informações em mente com muita clareza poderá ajudar você a construir um negócio alinhado com seus propósitos de vida e que possa realmente ser relevante no contexto em que o empreendimento está inserido.

Levante um investimento

Por menor que seja o investimento necessário, seu negócio precisará de aplicação de recursos para sair do papel e se transformar em uma empresa de verdade.

De quanto você precisa?

Se você vai sair em busca de um investimento, saber de quanto você precisa é o seu primeiro passo. Ao elaborar seu planejamento estratégico, possivelmente você já sabe qual  valor aproximado é preciso para dar início ao negócio. Caso ainda não tenha valores em mente, faça uma análise minuciosa e estime qual é o investimento necessário para colocar a ideia para acontecer.

Onde é possível conseguir os recursos necessários?

Existem várias maneiras de conseguir os recursos financeiros necessários para começar o seu negócio. Aqui você vai conhecer os mais simples deles:

Dinheiro próprio

Sabe aqueles reais que você foi juntando ao longo dos anos? Seu negócio é o destino certo para aplicar esse capital.

Começar um empreendimento com o dinheiro que você já tem é a maneira mais simples de ter o seu negócio. Assim, você começa sem dívidas e vê mais rapidamente os resultados do seu investimento.

Algumas pessoas abrem mão de algum patrimônio, como um carro ou moto, para transformar o bem em dinheiro para poder começar o empreendimento. Analise sua situação e necessidades e verifique se essa é, para o seu caso, uma boa alternativa para conseguir o dinheiro que você necessita.

Empréstimos bancários

Se você não tem seu próprio capital para iniciar o seu negócio, pode recorrer a empréstimos bancários. As instituições financeiras emprestam dinheiro e depois você devolve o valor com uma taxa de juros calculada a partir dele. Algumas taxas costumam ser altas, então é bom pesquisar bastante e refletir muito bem antes de contrair uma dívida.

Incubadoras

Incubadoras são uma boa maneira de começar seu negócio caso você não tenha o capital necessário para começar seu investimento. Incubadoras geralmente mantêm relação com instituições de ensino superior ou agências de pesquisa e oferecem apoio a empresas que estão começando. Elas presta a consultoria necessária para que o empreendimento possa dar seus primeiros passos.

Escolha um ponto comercial

A escolha do ponto comercial envolve uma das decisões mais importantes que um empreendedor iniciante pode tomar. Se o local em que a empresa vai funcionar não for escolhido com extrema cautela, isso pode significar o fracasso do empreendimento.

Escolher o ponto comercial baseando-se apenas no valor do aluguel é um dos maiores erros que qualquer empreendedor pode cometer. Existem alguns aspectos que você precisa observar quando for escolher o local no qual estabelecer o seu empreendimento.

Fique de olho na vizinhança

Na hora de optar pelo local da sua empresa, é preciso que você analise, em primeiro lugar, o perfil da vizinhança.

É preciso que o bairro no qual você vai montar o seu negócio seja receptivo a atividades comerciais. Isso não significa que o local precise ser estritamente comercial, mas é bastante interessante que as pessoas da região tenham o hábito de consumir.

Analise se o ponto é capaz de atender às suas necessidades

Cada negócio requer um tipo específico de local. Na hora de buscar por um ponto comercial, priorize aqueles locais nos quais você precisará realizar poucas alterações a fim de deixá-lo pronto para o estabelecimento. Caso você precise modificar muito o local, isso vai gerar gastos, e pode ser que você encontre certos entraves junto ao locador.

Legalize a empresa

A burocracia para legalizar uma empresa é motivo de desânimo para alguns empreendedores iniciantes. Porém, providenciar os documentos e autorizações necessários para que sua empresa funcione de maneira regular é essencial para que seu empreendimento funcione com segurança e tenha sucesso.

Para que sua empresa inicie as atividades, via de regra, é preciso que você providencie o CNPJ, contrato social, o registro na junta comercial, inscrições municipais e estaduais, alvará de funcionamento, laudo dos bombeiros, cadastro na Previdência Social, dentre outros trâmites imprescindíveis. Sem eles, sua empresa pode ser multada ou sofrer outras penalidades e restrições.

Se tiver dificuldades em realizar a obtenção de toda a documentação sozinho, você pode contar com a ajuda de algumas empresas especializadas na abertura de novos negócios. Os profissionais que trabalham auxiliando novos empreendedores já têm experiência na hora de providenciar tudo o que é preciso para que uma empresa funcione e farão com que você economize um bom tempo com a papelada.

Monte uma equipe

Você pode até ter, sozinho, a ideia perfeita para o seu novo negócio, mas saiba que é muito difícil fazer com que ele funcione sem que você tenha a colaboração de outras pessoas. Por isso, procure montar uma equipe que esteja alinhada com a visão, os valores e a missão de seu empreendimento e que tenham algo de bom a acrescentar ao seu negócio.

Nem todas as pessoas têm o perfil adequado para qualquer tarefa. Assim, é interessante que, na hora de recrutar o seu time, você consiga identificar as potencialidades de cada um, de forma a alocar cada funcionário na função mais adequada àquilo que ele tem para oferecer de melhor. A equipe ideal é aquela que sabe trabalhar em grupo, e atua não em prol dos seus próprios objetivos, mas do bom andamento do negócio.

Você pode, no início, convidar familiares e amigos para participarem de seu negócio. A vantagem de montar uma equipe com essas pessoas é o fato de que você já as conhece relativamente bem e consegue identificar de forma mais verdadeira seus pontos fortes e fracos.

Por outro lado, se preferir não misturar seus relacionamentos e o âmbito profissional, é interessante recrutar desconhecidos, desde que você analise seu currículo e faça uma entrevista e alguns testes que permitam identificar pontos importantes de suas personalidades e formas de enxergar o mundo e o trabalho.

Coloque a mão na massa

Se você já está prestes a abrir as portas do seu negócio, algumas pequenas informações podem mudar completamente a forma como você enxerga seu trabalho como empreendedor: milagres não existem e a sorte não surge para quem não se esforça.

Ou seja: coloque a mão na massa, empreendedor! Você pode até montar uma equipe confiável e contar com a ajuda dela para impulsionar seu negócio para frente, mas lembre-se daquele velho dito popular que diz que é “o olho do dono que engorda o gado”. Se você quer que seu negócio cresça e renda bons frutos, mexa-se.

No começo, as coisas podem parecer difíceis e o retorno pode demorar a chegar. Mas um negócio bem sucedido exige paciência e muito suor.

Todos os dias, faça tudo o que estiver ao seu alcance para que seu empreendimento evolua. Tenha um atendimento de excelência, ofereça produtos e serviços de altíssima qualidade, invista no bem-estar e na satisfação do cliente e construa diferenciais que o coloquem em vantagem perante a concorrência.

Isso pode exigir muitas horas de trabalho diárias e talvez você precise abrir mão de seus períodos de descanso, mas nunca se esqueça de que é você quem vai ter que fazer o sucesso acontecer.

Evite os principais erros de quem está começando

Ninguém quer nadar e morrer na praia, certo? Confira os principais erros de empreendedores iniciantes e faça o que puder para evitá-los.

Não analisar a viabilidade do negócio

Como você viu no começo desse texto, uma ideia não pode apenas ser criativa: ela precisa ser viável. Muitos empreendedores perdem todo o investimento que fizeram por não terem analisado a viabilidade de seu negócio antes de dar o pontapé inicial.

Não planejar as ações

Antes de abrir as portas, planeje as etapas iniciais do seu empreendimento. A falta de planejamento é um dos erros fatais cometidos por novos empreendedores e pode significar perda de tempo, dinheiro e muita dor de cabeça.

Ter pressa na hora de colher os frutos

O tempo de retorno de um investimento depende de uma série de variáveis e exige muita paciência. Quem está começando costuma ter muita pressa e acaba metendo os pés pelas mãos na hora de gerenciar o próprio negócio. Seja ousado, mas cauteloso e paciente, pois, na hora certa, os resultados do seu empreendimento virão.

Não desista antes da hora. Se mantenha perseverante, trabalhe duro, e a recompensa virá em forma de lucratividade e rentabilidade.

Ser engolido pela concorrência

A questão não é se comparar aos concorrentes, mas sim superá-los. Fique de olho nas tendências, descubra o que seus concorrentes fazem de melhor, e inspire-se neles para se criativo em suas iniciativas empreendedoras.

Não dar o melhor de si

Nenhum resultado cai do céu. Só abrir as portas de um negócio não é garantia de sucesso. Você precisará permanentemente se esforçar, inovar e sempre buscar cativar e ampliar o mercado. Jamais cometa o erro de satisfazer-se com pouco. Lembre-se que é sempre é possível fazer melhor.

Como se vê, abrir um negócio pode ser trabalhoso, complexo e envolve muitas etapas. Porém, uma das mais gratificantes sensações que existem é perceber que seu esforço está dando bons frutos. Com esse passo a passo que você conferiu, é possível iniciar sua caminhada no mundo do empreendedorismo.

Mantenha-se antenado às novas tendências de mercado, descubra o que você pode fazer de melhor e comprometa-se de vez com seu desejo de abrir um negócio. Com bastante esforço, disciplina e um pouco de sorte, em breve seu empreendimento pode estar na lista das jovens empresas mais promissoras do Brasil.

Se você tem um espírito empreendedor e sabe que pode fazer a diferença, assine nossa newsletter, receba conteúdo de qualidade em sua caixa de entrada e prepare-se para ser um jovem empresário de sucesso!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário