Trabalhar como voluntário, além de uma causa nobre, traz excelentes oportunidades de capacitação e aprendizado. Principalmente para estudantes que ainda não conseguiram ingressar em um estágio, mas desejam colocar os conhecimentos aprendidos na graduação em prática.

Para quem mora na capital paulista, há inúmeras ONGs e instituições que recebem, e precisam, de voluntários das mais diversas áreas: comunicação, saúde, administração e até engenharia.

Se você deseja conhecer e se candidatar a uma oportunidade para fazer a diferença na vida de milhares de pessoas, confira 7 opções de trabalho voluntário em São Paulo!

1. Cruz Vermelha

Você com certeza já ouviu falar da Cruz Vermelha, mas já pensou em fazer parte de uma das instituições mais respeitadas mundialmente?

Fundada em 1863, na Suíça, a instituição já conta com cerca de 97 milhões de voluntários em todo o mundo que lutam para proteger a vida humana.

Sua presença é constante em guerras, conflitos, tragédias naturais e até acidentes aéreos – sua atuação mais recente foi no resgate de sobreviventes no acidente com a equipe de futebol brasileira Chapecoense.

Em São Paulo, o processo de recrutamento é realizado em três etapas, com duas horas de duração cada, e uma última de oito horas:

  • Apresentação institucional
  • Apresentação da responsabilidade, compromisso ético e postura dos voluntários
  • Apresentação das áreas de atuação dos voluntários e planejamento
  • Primeiros socorros básicos 

Ao final da apresentação cada voluntário é submetido a treinamentos específicos para atuar em setores como: socorro e desastre, promoção à saúde e doação de sangue.

É o trabalho ideal para estudantes de Medicina, Enfermagem, Biologia e outras áreas da saúde. Mas também há oportunidades para jornalistas, publicitários e profissionais de marketing nos setores de comunicação da instituição.

2. Graac

O Graac – Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer – é uma das opções mais conhecidas e procuradas para trabalho voluntário em São Paulo. Ao todo, 400 pessoas atuam em prol de pacientes com câncer.

O contato direito com as crianças e a arrecadação de alimentos e recursos básicos é uma das áreas mais procuradas pelos voluntários.

Os recrutamentos são feitos toda última quarta-feira de cada mês. Similar a um estágio, a carga horária semanal é de quatro horas semanais, às segundas ou terças-feiras.

Qualquer pessoa pode atuar nessas atividades, mas para os estudantes da área de saúde, serviço social, psicologia e comunicação é uma excelente oportunidade de lidar com pessoas que precisam de cuidado, contato ou somente um sorriso.

Quem estuda contabilidade e administração também pode fazer uma enorme diferença no setor administrativo da ONG – um dos mais carentes de ajuda.

Interessados em se voluntariar devem entrar em contato com o Graac pelo telefone (11) 5080-8429.

3. Teto

A organização conhecida como Um Teto para Meu País atua em todo Brasil – com participação de mais de 17 mil voluntários. A proposta é construir moradias para pessoas de regiões carentes.

Em São Paulo, os mutirões são feitos aos finais de semana. Os eventos costumam reunir cerca de 800 voluntários e mais de 60 casas são construídas.

Engenheiros, designers e arquitetos podem encontrar o tipo de “estágio” ideal na ONG. A maioria dos voluntários é oriunda de universidades e institutos federais.

Quem deseja participar precisa ficar atento ao período de abertura de vagas no site e Facebook da instituição. Elas são limitadas.

4. Instituto de Reintegração do Refugiado

A crise dos refugiados foi um dos assuntos mais debatidos e preocupantes dos últimos anos.

O Brasil é um dos países que adotaram uma política de portas abertas para pessoas de países em situações de guerra e pobreza extrema, mas ainda faltam locais e serviços de acolhimento.

Também conhecido como Adus, o Instituto de Reintegração do Refugiado trabalha para auxiliar os refugiados que chegam a São Paulo.

Para isso, recrutam voluntários com formação em Letras para atuarem como professores de língua portuguesa, jornalistas para área de comunicação e divulgação, e outros profissionais que auxiliem na reintegração social dessas pessoas.

Para encontrar a oportunidade que mais se encaixa no seu perfil, basta acessar o site da instituição.

5. Sonhar Acordado

Quem deseja atuar em comunidades carentes encontrará na ONG Sonhar Acordado uma excelente opção de trabalho voluntário em São Paulo. A missão é ajudar, principalmente, crianças que habitam esses locais.

Promoção da educação, desenvolvimento por meio do esporte, fomento à saúde e capacitação profissional são algumas das atividades propostas pela instituição.

Por isso estudantes dos cursos de Educação Física, Letras, Serviço Social, Psicologia, Nutrição e Odontologia são alguns dos voluntários mais bem-vindos.

6. Amigos dos Bichos

Estudantes e profissionais de veterinária e zootecnia e os amantes de animais também podem encontrar uma excelente oportunidade de trabalho voluntário em São Paulo, na instituição Amigos dos Bichos.

Voltada para a proteção e cuidado de animais domésticos abandonados por seus donos e em situação de rua, a ONG recruta voluntários que podem oferecer um pouco do seu tempo para cuidar da saúde e bem-estar e encontrar novos lares para esses animais.

Para se voluntariar basta entrar em contato com a instituição, por meio da sua página no Facebook ou site.

7. Dorina Nowill

Dorina Nowill foi uma educadora paulista que trabalhou intensamente pela garantia dos direitos dos deficientes no Brasil.

A instituição que leva seu nome atua há mais de seis décadas com um trabalho voltado para inclusão, especialmente, de deficientes visuais.

Os voluntários podem trabalhar com leitura e revisão em braile, em ações de marketing, captação de recursos, cadastro de notas fiscais e no centro de memória: que cuida da comunicação com o público em geral e promoção de atividades educativas.

Para ingressar na fundação é preciso ser maior de 18 anos e participar de duas palestras sobre o trabalho na instituição e sobre transformação social, além de realizar uma entrevista individual.

Os voluntários também podem ter uma experiência parecida com um estágio, por conta da carga horária exigida: de, pelo menos, quatro horas semanais.

E você, conhece outras instituições para trabalho voluntário em São Paulo? Compartilhe o nosso artigo nas redes sociais e estimule seus amigos a viverem essa experiência!

Guia completo para planejar e organizar a vida de universitário